Uncategorized

Aí é que tá: as coisas que espero com ansiedade dificilmente vêm. É só eu colocar um pouco de expectativa em cima e tudo vira fumaça. Até a Grande Chuva anunciada pelos meteorologistas, que eu tanto aguardava, não chegou. Já começa a esquentar, inclusive. O Universo conspira sempre para o inverso das minhas expectativas. Devo pensar “que grande merda” ou “que grande cara sou”? Será que há alguma importância oculta em minha contrariedade para os Andares Metafísicos?

Besteira. Qualquer uma das respostas não vai me colocar em algum Posto Ímpar onde o mundo gire em torno do meu umbigo. Não. O lance é outro. Um distanciamento implicante, talvez, ou coisa que o valha. Mas sem maiores destaques quanto minha identidade para qualquer entidade superior supraciente. Estamos eu e mais bilhões de pessoas, creio, ponderando qual é a do Universo para conosco. Esse sim é o lance: fantasiar uma importância cósmica que não se tem. Não seria esse o cerne da espiritualidade? Eu acho. É aí onde moram os deuses e os fantasmas.

Anúncios

Temporal

Nota