Poeminhas

Bomba-relógio


É tão antigo
mas é só olhar
as freiras demoníacas
os trovões cheios de sátira
os paulos pedros joões lucas e outros
o esbarrão na esquina
hamburguer e churrasquinho
cerveja água com gás
todos os carinhos pagos
as notas de cem com coliformes
deus pátria e liberdade
o ódio escorrendo pelo nariz
o dedo com gosto de ferrugem
as pernas cheias de feridas
e o coração para variar.

por cima disso tudo
aquele velho chapliniano
tique-taque.
Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “Bomba-relógio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s