Contos, Filmes toscos ou não, Papo furado

TERRÍVEL LAGOSTA GIGANTE RADIOATIVA ASSASSINA


Porque a praia era uma calma invejável a qualquer criatura, seja de Deus ou não. O que pensar de crianças sorrindo, felizes, casais juntos, idem, pessoas se divertindo “como se não houvesse amanhã” e outras coisas que são absolutamente irritantes pra qualquer entidade pensante – ou não – com algum senso de existência, por mais que Descartes se revire no túmulo depois de tal afirmação? Lastimável…

Por isso o céu ficou verde. Ou pelo menos pareceu a uma boa dúzia de pessoas quando saiu do mar a criatura terrivelmente feia, perigosa, brutal e outros adjetivos assustadores que não vêm ao caso, destruindo tudo o que via e o que não via pela frente. Tinha olhos toscamente desenvolvidos, uma carapaça pesadíssima e pedipalpos terrivelmente afiados. A cor do céu era o menos importante, na verdade, diante da aparição da:

TERRÍVEL LAGOSTA GIGANTE RADIOATIVA ASSASSINA.

Vinda do espaço, fruto de experiência (sabe-se lá com que finalidade), plágio do godzilla…? Ninguém sabe.

O que é conhecido, sob estimativas, é que a aparição do monstro na praia causou a morte de cerca de 1500 pessoas, ferindo inúmeras. Como um grande ataque terrorista. Ó, que grande tragédia mundial, que hecatombe, onde a área 51?

nota: Ah, antes que esqueçamos, a aparição se deu numa praia do nordeste brasileiro e, como se trata de um texto visionário, não divulgaremos o nome, pra que os fatos aqui relatados venham, sim, acontecer, o que facilitará a redação deste mesmo, sem que seja preciso alterações futuras.

O mais simples movimento do monstro destruía quarteirões inteiros. O desespero atrás de comida fazia com que a GRANDE LAGOSTA levasse à sua perigosa boca todo o tipo de porcaria, desde academias de ginástica à academia de letras da cidade em questão. O passeio do animal praticamente dizimou os habitantes da pacata cidade de verão inocente, calmo e divertido.

É lógico que as forças armadas do mundo inteiro se mobilizaram para socorrer aquela cidade diante do segundo perigo mais bizarro já presenciado na história da humanidade, depois do Recanto das Letras. Em, prontamente, um mês, estavam todos prontos para o contra-ataque.

Infelizmente, no mesmo dia em que todos tomaram o rumo para o grande ataque, o céu ficou verde. Pelo menos pareceu a uma boa dúzia de soldados morrendo de medo.

A lagosta já não encontrava alimento e, pela qualidade de construções, pessoas, vegetação e etcs que ingeriu durante seu passeio de um mês, acabou morrendo sem causa aparente. Desconfia-se de envenenamento.

É, um final brusco, como o começo, jovens.

Isso, de fato, decepcionou as pessoas que esperavam uma poderosa GUERRA, porém, é assim que as coisas se dão. Elas acabam quando o gosto ainda é recente, e preludia algo muito melhor que sempre não vem.

Pelo menos, no Brasil, a data da morte do monstro virou feriado: o dia da lagosta, onde caranguejos e demais crustáceos baratos eram consumidos a rodo, devido ao alto preço das lagostas. Mas o que interessava mesmo era a cachaça. Enfim…

O que ninguém pôde impedir foi o exército dos EUA, que resolveu atacar a GRANDE CARCAÇA, apoiados pelo governo britânico, a fim de evitar a:

RESSURREIÇÃO DA TERRÍVEL LAGOSTA GIGANTE RADIOATIVA ASSASSINA.

Permanecendo na cidade por cinco anos seguidos e exigindo os direitos da grande vitória para si.

Fim do relato.

notas: não se sabe o propósito em se fazer crescer uma lagosta e incitá-la a comer uma cidade inteira. não se sabe, também, o porquê dela ser radioativa, e que diferença isso fez no relato acima.

Ass:

Klaatu, Morfado, power ranger verde.

Relator oficial do Ministério Da Ciência de Mundo K., divisão de experiências inócuas, porém interessantes.

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “TERRÍVEL LAGOSTA GIGANTE RADIOATIVA ASSASSINA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s