Contos

Ódio guardado


E ela ainda na janela, esperando o homem que não chega. Lua cheia azulando a rua vazia, briga de gato, uma ou duas janelas acesas – notívagos. De camisola, o vento frio da madrugada. No fim da rua o guarda do apito vindo cada vez mais perto. Fechou a janela, ligou a TV, um filme velho.

Não consegue dormir sem ele. Magra, dores de dente, o cabelo desgrenhado. Caipora, fuma o tempo todo. Sem ânimo, arrasta os pés descalços pela sala. Dia inteiro pintando as unhas do pé, batom nos lábios, penteando o cabelo. Noite, desfaz tudo. Nunca chega o homem. Quem sabe de madrugada?

Desliga a televisão e deambula pelos cômodos. Na pia a garrafa de cana, vazia desde ontem. Sem dinheiro pra comprar mais. No quarto, o menino dorme. Todo dia manda o desgraçado pra rua, “como parece com o pai, meu Deus, que eu fiz pra merecer?” Ele nem se mexe, baba no lençol enrolado embaixo da cabeça. Ela respira fundo, ódio guardado remoendo as entranhas, fazendo pouco dos ossos. Força pra não gritar. Caminha pelo vazio da casa, vai até o seu quarto, deita na cama e morde o travesseiro.

Anúncios
Padrão

4 comentários sobre “Ódio guardado

  1. Já tinha visto esse tipo de continuidade das personagens com Rubem Fonseca, em contos com A força humana e O desempenho e nas histórias do Mandrake, em que eles aparecem anos depois em um outro conto. Em seu caso é diferente, é como se você mostrasse os dois lados da moeda. Desta vez, você nos presenteia com a visão da mãe do menino. Parabéns.

    • fillipezato disse:

      Não posso negar que o Rubem Fonseca é uma das minhas maiores influências (senão a maior) , rsrs

      Há essa continuidade no livro Abismo de Rosas, do Dalton Trevisan também. Como você destacou, que quero mostrar as coisas acontecendo de vários ângulos, demonstrando as variadas motivações de cada personagem desse pequeno universo.

      Obrigado pela leitura acurada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s