Papo furado

Crepúsculo dos ídolos


Eu não gostava dos escândalos, da pessoa Michael Jackson. Não gostava mesmo. Porém, respeito o artista. MUITO.

Puta que pariu! O cara marcou a infância e a juventude de TODAS as pessoas que eu conheço. Eu não tenho nenhum medo de afirmar isso, porque é verdade.

Ontem ainda não tinha caído a ficha, mas pô, o Michael Jackson morreu de verdade! Ele é do tipo de gente que você acha que não morrerá nunca. E o mito não morrerá mesmo.

É como um Elvis, John Lennon, essa galera fodona que mesmo quem não curte, sabe da importância.

Hoje eu tava de bobeira em casa. Minha mãe tava vendo TV, aquele seriado blaxplotation que passa no SBT, “Eu, a patroa e as crianças”. Vendo o seriado eu fiquei pensando: será que se o Michael Jackson não tivesse existido a mídia daria tanto espaço para a arte afro como dá hoje? Será que teríamos a profusão de rappers, dançarinos de R&B e afins, Justin Timberlake, Britney, e outras coisas que a gente vê todo dia na tv, tocando nas rádios e na mídia toda? Será que o cenário da música pop seria o mesmo?

Na TV ainda, vi o “Thriller”, que estava passando na MTV. Confesso que fiquei emocionado. Pensei em quando eu tinha 8, 9, 10 anos, quando ele veio pro Brasil e foi aquele alvoroço todo, quando passava aquele filme nas sessões da tarde da vida, que o Michael virava um robozão.

Pensei no moonwalk. Todo mundo já tentou fazer, não?

Sou fã de filmes de terror. Vou dizer que o clipe “Thriller”, com todos aqueles zumbis, a cena da transformação do Michael em lobisomem, a superprodução, os cartazes com os filmes do Vincent Price na entrada do cinema. Aquilo é mágico!

Sou um fã de punk rock e metal. Vai dizer que o riff de “Beat It”, feito pelo Eddie Van Halen, não é do caralho?

Sou fã de cinema. Porra, os clipes dele são dirigidos por figuras como Spike Lee, Martin Scorcese.

O mundo ontem perdeu um dos maiores artistas que já existiu. O maior que ainda estava vivo.

Nunca mais alguma outra pretensa celebridade, astro, cantor, o que seja, alcançará o sucesso de Michael Jackson.

Esse pode ser chamado de “o crepúsculo dos ídolos”.

PS: DESCULPEM OS PALAVRÕES. ISSO É UM DESABAFO.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s